Compartilhe nosso Player no Facebook e mostre para seus amigos o que você está ouvindo aqui, é como uma postagem, você pode excluir quando quiser !

Rádio Brilhantina é uma rádio filiada da Rede Web Rádio Épocas a sua rádio saudades.

Evaldo Braga - Não se sabe quem embolsa o dinheiro dos seus direitos autorais

O cantor fluminense Evaldo Braga, o Ídolo Negro, é o maior enigma da história da MPB. Falecido há 44 anos, no auge do sucesso, ele não deixou herdeiros, não se conhecem parentes seus, portanto, não se sabe quem embolsa o dinheiro dos seus direitos autorais. Sua trajetória artística foi curta, de 1970 até 31 de janeiro de 1973, quando a Variant TL em que viajava, com seu empresário, Paulo Cesar Santoro, e  guiada por Harley Lins, um motorista recém-contratado, chocou-­se contra uma carreta, na BR­3, no Estado do Rio. Morreram os três. Vinham de Belo Horizonte, depois de uma apresentação (na época, ele fazia uma média de 70 por mês).

A morte gerou uma comoção nacional, Evaldo Braga tocava no Brasil inteiro com seu sucesso mais conhecido, Sorria Sorria. Porém se sabia muito pouco de uma figura tão pública que, ele mesmo se encarregava de embaralhar a própria biografia, adubando­-a de fantasias. No livro Eu Não Sou Lixo: A Trágica História do Cantor Evaldo Braga (Editora Noir), o escritor baiano que mora em São Paulo há 20 anos Gonçalo Junior (autor da elogiada biografia do compositor Assis Valente) tenta decifrar esta "charada, embrulhada num mistério, dentro de um enigma" (definição de Winston Churchill sobre a Rússia).

Até a idade dele está errada nos sites e blogs. Evaldo estava com 25 anos quando morreu, e não 27, como se lê por aí. Confirmei na certidão de nascimento que ele entregou à Polygram quando assinou contrato para o primeiro LP, em julho de 1970. Desde que sua morte já apareceu muita gente se apresentando como mãe, irmão, amante, filho, namorada, mas ninguém conseguiu provar o parentesco", conta o escritor.



Fonte: Informações jconline.ne10.uol.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado depois de moderado